A HISTÓRIA DA TRANSIÇÃO CAPILAR DE RENATA PENA


"Minha mãe não sabia cuidar do meu cabelo, então fazia tranças. Sofria bullying por isso, mas como sou f*, nunca liguei.

Com o tempo, minha mãe disse que eu tinha que ter cabelo liso, porque meu cabelo era "ruim". Culpava minha vó por ter passado pela genética um cabelo ruim pro meu pai e eu ter herdado o cabelo dele. (Minha mãe tem o cabelo 2b).

Eu sempre odiei, lembro de ter chorado muito no dia que fui no salão com 10 anos alisar meu cabelo com pasta. Como doeu, queimou minha cabeça e eu sempre tive alergia, mas continuei, me acostumei a escravidão/rotina de alisar, porém minha alergia piorou, um dia eu saí tão tonta, que pensei que fosse morrer no salão e a cabeleira falava que ia passar e minha mãe achando normal.


Meu cabelo caía muito e comecei a dar entradas (calvíce), eu tinha muita seborreia e feridas na cabeça. Decidi nunca mais alisar. Depois disso, fiz uma escova de chocolate e foi o último procedimento químico realizado no meu cabelo.

Comecei a transição sem saber que era transição e fui texturizando o cabelo com tranças, porque ondulavam o cabelo.

Com o tempo, comentei com uma amiga da faculdade que queria ter o cabelo cacheado, ela cortou metade do meu cabelo no mesmo dia no banheiro da faculdade.


A Day já estudou comigo e me ajudou muito com o blog, o canal no YouTube e as dicas de produtinhos no insta dela.

Depois de uns a meses fiz um big shop, não cortei rente a raiz, mas cortei um pouco curto demais pra mim que amava ter cabelão. Já se passaram uns 3 anos, meu cabelo tá enorme e cheio de cachos, sou feliz com quem eu sou e sempre quis ser.

Hoje sei que sou inspiração pra muitas pessoas que viviam presas por causa da família ou por influências erradas. Não critico quem alisa, mas desde que você não tente ser alguém que não é, porque assim, você acaba vivendo uma prisão.

Amo meu cabelo, ás vezes a gente ainda luta, mas tô muito mais feliz agora.




Como disse acima, conheci a Day na Estácio. Fazíamos Publicidade juntas e ela me ajudou muito com o blog, os vídeos no YouTube, dicas no insta, e também me dava dicas nos nossos papinhos de cabelo kkkk.

Day, agradeço muito sua participação na minha vida, me ajudou muito, porque transição não é fácil! Quem passa sabe, é uma mudança não só no cabelo, e sim em você mesma. É se redescobrir. Aliás, obrigada Day!"




5 visualizações
Design sem nome.png
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

© 2016 por Dayanne Stefanie | Orgulhosamente criado com Wix.com