A HISTÓRIA DA TRANSIÇÃO CAPILAR DE NATHÁLIA SANT'ANA

“Já tá na hora de você relaxar o cabelo” “Ah... assim você fica com cara de limpa” “Nossa sua raiz tá gritando!” 

 

Olá eu sou a Nathália Sant’ana, tenho 28 anos sou publicitária, atriz e YouTuber e essas são algumas falas que eu ouvi a minha vida toda e além de escutar eu acreditava em tudo isso. 


Vim de uma família onde desde pequenas usávamos química em nossos cabelos: minha irmã, minha mãe e eu. Era certo, de dois em dois meses estarmos no salão.  

 

Logo no início usávamos os famosos bigudinhos, com aquele permanente forte que por vezes ardia na cabeça, mas suportávamos toda aquela dor e horas no salão para sairmos “lindas”. 

 

E por muitos anos foi assim, eu confesso não me lembrar de quando NÃO usava a química, buscando em minha memória da infância, só lembro desse elemento cheirando fortemente no meu nariz. 

 

Depois me libertei do permanente e me aprisionei no relaxamento aquele que falam que é somente “pra soltar os cachos” e nossa, esse fez parte da minha vida por muito, mas muito tempo. 


Até que comecei a me incomodar com a perca dos meus cachos e comecei a fazer “raiz alta” o famoso “susto na raiz” e por muito tempo também foi assim, de 3 em 3 meses estava eu lá, sentindo a ardência na nuca e suportando calada pra ficar mais uma vez “linda”. 

 

No ano de 2018 estreei o meu canal no YouTube (O InterativiNath) e junto a essa estreia me veio uma série de questionamentos: “Vou tratar sobre cabelo? Como falar para mulheres negras de ACEITAÇÃO se eu não uso meu cabelo natural?! Eu sou completamente responsável por tudo que falo e tudo que represento” Nossa! Que responsabilidade.

 

Em contrapartida a isto, eu entrei em uma oficina de teatro somente com atores negros e a partir daí foi tudo se encaixando perfeitamente, lá eu conversava sobre representatividade, sobre aceitação e várias outras temáticas de viés raciais, que me fizeram ter mais certeza ainda sobre quem eu sou e compreender como eu deveria me posicionar enquanto mulher negra, com isto só me senti mais fortalecida ainda para dar esse passo. Avante !

 

Pronto, não vou mais relaxar! Vou usar meu cabelo natural! E tem sido assim desde então. E ufa! Que delícia, que sensação de liberdade. 

 

 

Foi quando eu percebi que muito mais do que uma transição capilar é o que acontece dentro de você, parece que você se torna uma outra mulher, você se redescobre enquanto mulher negra, você percebe que um relaxamento, uma permanente não te faz linda. É uma fase muito delicada para muitas, mas é um processo lindo de se descobrir e se amar. É claro, você precisa estar certa se é realmente essa a decisão e de quem você é! ACREDITE: Você é MARAVILHOSA! 


Se estiver certa de tudo isso, vá em frente ! 

 

Gratidão ao Fala DAY pela troca, pelas dicas e pela oportunidade de expor a minha história. ❤

 

 

Quer me contar a sua história também? Será um prazer, clique aqui que estou te esperando.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

3.jpg
Please reload

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

© 2016 por Dayanne Stefanie | Orgulhosamente criado com Wix.com